terça-feira, 3 de dezembro de 2019

Dia Internacional da Pessoa com Deficiência

Dia Internacional da Pessoa com Deficiência
Experimentar a diferença


     Para comemorar o Dia Internacional da Pessoa com Deficiência, no dia 3 de dezembro durante o intervalo da manhã, os professores de Educação Especial e da UAM, Cecília Tomás e Paula Almeida, juntamente com os professores do Projeto Fénix, Sara Serrano e Bruno Rocha, promoveram atividades para os alunos poderem Experimentar a diferença  no recinto exterior da EB1/JI Quinta dos Franceses.
     As atividades desenvolvidas foram três: com meias nas mãos os  alunos tentaram fechar o casaco experimentando as dificuldades  da  deficiência cognitiva, andar de cadeira de rodas e experimentar a deficiência física e pintar com a boca como se  não tivessem mãos. Foi para relembrar que a pessoa com deficiência existe e para os alunos experimentarem como é ter uma deficiência e saber como é difícil ser deficiente, que neste dia comemorámos o Dia Internacional da Pessoa com Deficiência experimentando a diferença.




Ficha técnica
Notícia criada e escrita por
Filipe Cardoso
Dário Antunes
4ºI

Com prática guiada por
Professora Cecília Tomás 
(Educação Especial)

terça-feira, 12 de novembro de 2019

Lenda de S. Martinho

Lenda de S. Martinho


     Há  muito tempo, num dia chuvoso de  outono, Martinho  regressava à sua terra natal, em França, montado no seu cavalo.
     A meio  do caminho Martinho encontrou um mendigo debaixo de um castanheiro.
     O Martinho aproximou-se do mendigo e este pediu-lhe esmola.
     Martinho não tinha dinheiro para lhe dar, então com a sua espada cortou  a sua capa  ao meio e deu-lha.
     O mendigo agradeceu ao Martinho, porque lhe deu metade da sua capa e aconteceu um milagre: a chuva desapareceu e o sol começou a brilhar.
     Martinho e o mendigo apanharam as castanhas, fizeram uma fogueira e assaram-nas para as comer.





Tema trabalhado
Texto narrativo (Lenda)

Professoras que acompanharam:
Cecília Tomás (Educação Especial)
Sara Serrano (Projeto Fénix)

Alunos que criaram e escreveram o texto:
 4ºJ
André Marques da Silva
Daniel Carlos Medeiros de Oliveira Silva
Gabriel José Moreira Tavares
Paulo Manuel Marques Barbosa
Raissa Mariana Domingues Amado
Rodrigo de Brito Castilho Cipriano
Rodrigo Rafael Costa Santos
Vasco Guilherme dos Santos Morais de Castro


domingo, 10 de novembro de 2019

Halloween na Escola Quinta dos Franceses

Halloween na Escola Quinta dos Franceses
Atividades Criativas


     Na escola Quinta dos Franceses, entre os dias 25 e 31 de outubro, os alunos e os  professores Cecília, Sara e Bruno, fizeram abóboras e morcegos em origami, poemas e acrósticos sobre o halloween.
     Estas atividades foram realizadas nas horas dos intervalos e nas salas do fénix, com o apoio da educação especial porque no dia 31 de outubro comemorou-se o halloween.
     Daqui resultou o placard do halloween.




Ficha Técnica

Tema trabalhado
A notícia (4º ano)

Professoras que acompanharam:
Cecília Tomás (Educação Especial)
Sara Serrano (Projeto Fénix)

Alunos que compuseram a notícia:
 4ºJ
André Marques da Silva
Daniel Carlos Medeiros de Oliveira Silva
Paulo Manuel Marques Barbosa
Raissa Mariana Domingues Amado
Rodrigo de Brito Castilho Cipriano
Rodrigo Rafael Costa Santos
Vasco Guilherme dos Santos Morais de Castro

Redatores:
Dário Antunes, 4ºI      

quinta-feira, 7 de novembro de 2019

O ovo e a galinha


O ovo e a galinha





     Era uma vez uma galinha que estava a tirar penas do seu corpo para fazer um ninho.
     A galinha pôs um ovo no ninho que tinha sido feito por ela. Em seguida a galinha aqueceu o ovo e dentro dele começou a formar-se um pintainho. 
     O pintainho cresceu dentro do ovo, furou a casca e nasceu .
     A galinha ficou feliz e deu comida ao seu filho. Ela também o aqueceu debaixo das suas penas.
     Entretanto o pintainho cresceu e foi procurar comida sozinho porque já não precisava que a mãe procurasse comida por ele.
     Já crescido, o pintainho foi-se embora.



                                           

Autores:
Rodrigo Santos 4º J (redator)  
Rafael Narciso 3ºJ (contador da história)

Com o apoio da professora Cecília Tomás (Educação Especial)

quarta-feira, 30 de janeiro de 2013

O Pai Natal pôs roupa a secar...

Os alunos e os Encarregados de Educação do 1.º I inventaram histórias sobre o tema apresentado em sala de aula... "O Pai Natal pôs roupa a secar..."

O Pai Natal molhado
 Era uma vez um Pai Natal que foi entregar os presentes de natal às crianças do circo e aproveitou para ver o espetáculo, havia palhaços que faziam rir todos os meninos e meninas com as suas palhaçadas, havia também animais engraçados e outros um pouco mais perigosos, que tinham um domador que os fazia saltar por um arco em chamas. O maior de todos os animais era um grande elefante que também fazia parte do espetáculo. Encheu a tromba de água e molhou o Pai Natal que estava na fila da frente. Coitado do Pai Natal, ficou a pingar, por isso vestiu a roupa dos palhaços, pôs o seu fato a secar dentro da tenda do circo e enquanto secava ajudou os palhaços com o resto do espetáculo. O Pai Natal divertiu-se muito com os palhaços, mas o que ele gosta mesmo é de ser Pai Natal e ver as crianças a sorrir com os presentes de Natal que ele entrega, e a todos deseja um Natal cheio de paz e felicidade.
FIM
Andreia Teles Guerra

O Pai Natal molhou-se…….. 
Na noite de natal, o pai natal veio no seu trenó com as suas renas distribuir os presentes a todos os meninos e meninas.
            Numa dessas casa havia uma piscina. Como o pai natal já está muito velhinho e cansado, escorregou do telhado quando ia para entrar na chaminé, caindo na piscina.
            Ficou todo molhado!
            Teve que tirar a roupa, toda para não ficar doente.
            O pai natal é mágico, tirou a roupa, fez uma magia e secou-a, não ficando doente.
            Vestiu o fato, sentou-se no trenó e foi dar os presentes que faltavam.
 Realizado por Gonçalo Fernandes Silva, com a ‘ajuda’ da mãe.


Composição 

     No outro dia, o pai Natal estava a entregar prendas no seu trenó quando, de repente, ficou sem magia e caiu no meu quintal.
     Nesse momento os aspersores da rega ligaram e o pai Natal ficou todo molhado! Eu disse-lhe para entrar e dei-lhe roupas vermelhas secas enquanto as dele secaram.
     Ficámos a conversar ao pé da lareira e o pai Natal contou muitas histórias. Foi muito giro! 
Matilde Carvalho


AS ROUPAS MOLHADAS DO PAI NATAL
Na noite de Natal, o Pai Natal saiu de casa para entregar as prendas aos meninos no seu trenó com as suas renas, quando houve uma grande avalanche.
O Pai Natal e as suas renas foram apanhados pela neve.
As renas ficaram com o pêlo molhado e o Pai Natal com as roupas molhadas.
Fizeram uma fogueira para secar a roupa e o pêlo.
Depois de estar tudo seco seguiram viagem e entregaram as prendas todas.
Assim, tiveram todos um bom Natal.

Guilherme Nogueira Ferreira
 

terça-feira, 21 de fevereiro de 2012

Desfile de Carnaval

Olá amigos!
No dia 17 foi o nosso desfile de Carnaval! Aqui fica uma amostra de como foi. Esperamos que gostem.
Bom Carnaval!